VERO – Porque a nova rede social vai fracassar!

A rede social VERO chegou arrebentando como poucas outras plataformas conseguiram nos últimos tempos.

Você já deve ter ouvido falar ou até mesmo baixado o aplicativo.

Mas sinto em lhe informar, essa febre vai passar logo, logo e será só mais uma cidade fantasma como tantas outras redes sociais que não deram certo por aí.

Afirmo: a VERO vai fracassar!

Digo que vai fracassar, porque ela está ignorando tudo que vem sendo feito e pensado sobre mídias sociais nos últimos 10 anos, pelo menos.

Quem ignora a História sempre acaba se fudendo. É um ensinamento que você deve levar pra sua vida.

A VERO promete ser a true social. O discurso vendido é que se trata de uma rede social sem algoritmos de manipulação de conteúdos postados, com features diferenciadas e livre de anúncios.

São justamente nesses três pontos que vejo seu fracasso.

O que acontece é que a VERO ignora a forma como as pessoas querem consumir as redes e a forma que as redes monetizam a atenção das pessoas.

A proposta da VERO é que as postagens aparecem pra você de maneira cronológica.

Ou seja, se eu postar 6 horas da manhã, minha postagem virá depois de quem postou às 7, e atrás de quem postou às 8, e assim por diante.

Nos mesmos moldes que acontece hoje com o Twitter e você não consegue ver nada. Seu feed fica poluído com uma porrada de conteúdo desinteressante e nos horários de pico fica totalmente congestionada.

Porra, vocês não lembram como a linha do tempo do Facebook era poluída quando começou?

Esse é o primeiro ponto que quero trazer. A curadoria de conteúdo que o Facebook e agora o Instagram fazem são resultado de uma crescente que as redes sociais tiveram em todo o mundo.

O Instagram, só pra citar de exemplo, aumentou em até 60% o engajamento das postagens desde que melhorou o seu algoritmo de veiculação de publicidade. Isso significa que o Instagram ou o próprio Facebook fazem o trabalho que você faria: entender o que é relevante pra nós mesmos.

Adoramos isso. Tecnologia é facilidade. Os fatos estão aí pra você ver.

O tempo de consumo dessas redes sociais aumentou assustadoramente desde que a poluição de conteúdos irrelevantes foi tirada e os algoritmos passaram a entregar só o que a gente quer ver.

Sem falar nas possibilidades de nós mesmos refinarmos nossa própria curadoria, clicando em “Ver primeiro” e outros botões similares. Sem falar nas nossas próprias interações que são computadas pra que estejamos vendo e falando com quem a gente realmente se interessa.

A VERO ignora isso. É um segundo motivo pra acreditar que ela irá fracassar.

Sem falar que ela se esconde atrás de uma feature que se anuncia inovadora.

As pessoas não perceberam o que aconteceu entre o Facebook e o Snapchat?

Apesar de muita gente dizer que o Snapchat estar morto, não é verdade.

Sofreu sim uma facada violenta com a cópia das funcionalidades de augmented reality (AR), realidade aumentada, que são aqueles filtros bonitinhos de gatinho e outras merdas que você coloca nos seus vídeos. Também sofreu com a cópia da dinâmica de stories espalhadas por todos os tipos de redes sociais possíveis e imagináveis hoje em dia.

Meu ponto é que funcionalidades são facilmente copiadas.

Por isso, se a feature da VERO colar, o Facebook ou o Instagram podem facilmente copiar e ter muito mais proveito disso.

Insta e Face tem muito mais a atenção das pessoas, por isso engolem tudo. E vão engolir a VERO também se essa feature se mostrar atrativa. São monstros enormes e papam tudo facilmente e parece que ninguém percebe. Mas eu percebo.

Você viu o que eles fizeram com Orkut, MSN, Foursquare, Tumblr, PinterestTimehope, MySpace, Snapchat, Twitter e tantos outros?

Foram todos engolidos. Se você nem chegou a acessar essas redes que mencionei, tenho que te dizer que elas fizeram um certo buzz como a VERO está fazendo agora.

Mas foram assimiladas pelas maiores redes sociais do momento e ninguém mais lembra delas.

Observe seu passado, execute no presente e estabeleça o seu futuro. Não é bola de cristal é História.

O último ponto que quero tocar é a forma de monetização que a VERO propõe. Todo mundo precisa de dinheiro. Eu, você, Facebook, LinkedIn e VERO.

Todo mundo precisa descolar o seu trocado. Não dá pra fazer nada de graça.

Nada é de graça.

Aí que entra a questão dos anúncios.

Sou totalmente contra a política deles de não ter Ads pra empresas. Até aí tudo bem, é a ideologia deles.

Mas caem na burrice de cobrar pra que possamos entrar na rede. Pelo menos é o que já estão avisando. As primeiras adesões gratuitas foram apenas para “agradecer” a receptividade.

Parece quem se esquecem de uma coisa básica…

Todo mundo quer alguma coisa de graça.

É lógico. É o mais natural, principalmente na internet. Esse é o ponto.

O outro lado é que as segmentações e anúncios feitos pelo Facebook estão cada vez mais precisas e agradáveis. Todo mundo gosta de uma publicidade bem feita.

Precisamos dela pra termos nossas necessidades atendidas, por mais banais que sejam. Faz parte das nossas vidas. Somos consumidores.

Vai dizer que você não gosta de ver um anúncio que diz exatamente o que você adora e com uma linguagem que você entende?

A percepção final que tenho da VERO é a seguinte.

É uma porrada de pessoas utópicas que se sentaram em uma sala de reunião, ignoraram tudo que foi aprendido sobre comportamento humano e comportamento de consumidor, criaram um vídeo maneiro com discursos como “uma rede social pra você ser como você é”, “sem algoritmos”, “sem marcas”, “sem propagandas”…

Entendo que num primeiro momento a ideia deles parece ser do caralho. A história é super bem contada. Mas, como eu compartilhei com você…

Trata-se de uma história contada sob fundamentos radicalmente errados.

Assista o vídeo de apresentação da VERO e tire suas próprias conclusões!

  • Muito obrigado por ler! Eu acho fantástico que você tenha se importado o suficiente pra investir o seu tempo aqui.
  • Se alguma coisa nesse artigo ressoou contigo, ou se você acha que alguém que você conhece vai se beneficiar de passar um olho nessas palavras, envia pra ele ou compartilha com seus amigos. Isso significaria muito pra mim, de verdade.
  • Além disso, se você tiver interesse em acompanhar insights e dicas exclusivas sobre empreendedorismo não deixe de me seguir no Instagram e no Facebook. Você vai poder espiar o dia a dia de alguém que está na jornada de construir suas empresas e ser melhor a cada dia.
  • Também tenho um programa de perguntas e respostas no YouTube e um Vlog no qual você pode acompanhar o meu dia a dia de empreendedor e de triatleta apaixonado.
  • Vamo que vamo!