e-Sports: Sua mãe estava errada

(Clique no player acima ☝ para o ouvir a narração do meu post! Depois fale pra mim o que achou dessa experiência.)

 

“Desliga esse videogame, moleque!”

“Jogar videogame é coisa de menino”, “Isso é perda de tempo”, “Nerd fedido!”, “Ficar na frente desse monitor o dia inteiro não vai te levar a lugar nenhum!”.

Com certeza você pode ter ouvido ou mesmo ter falado alguma dessas frases.

Mas, meu irmão, hoje, viver de videogame é uma realidade.

e-Sport é um esporte. Gaming é um fato. Ser um gamer é uma profissão. E muito bem remunerada por sinal.

Recentemente, Lee “Faker” Sang-hyeok, jogador de League of Legends (LoL) assinou um contrato de 2,5 milhões de dólares por ano com uma equipe de eSports.

De acordo com a Forbes, Daniel Middleton é um dos gamers mais ricos do mundo.

DanTDM, como é mais conhecido, tem mais de 11 bilhões de visualizações no YouTube, já publicou um livro de quadrinhos e fez tours pelo mundo com mais de 50 apresentações.

Sua fortuna é estimada em mais de US$ 16,5 milhões. Muito bom para quem só joga Minecraft.

No Twitch, temos o Ninja, um verdadeiro fenômeno. Ele fatura em média 500 mil dólares por mês só com os streams que faz e seu conteúdo na web.

É. De repente jogar videogame ficou melhor do que fazer a faculdade que você odeia e ter um emprego mediocre carimbando papel.

Eu acho que o jogo virou, não é mesmo?

esports flamengo

esports williams

Sua mãe estava errada

Cara, os esportes eletrônicos são uma realidade. O mercado é gigante e está em franco crescimento em todo o mundo.

Não é a toa que o Flamengo montou um time de LoL e a Williams (escuderia de Fórmula 1) tem uma divisão só para eSports.

Toda essa mudança, de vilão da infância para indústria bilionária, se deve a alguns fatores.

A tecnologia se desenvolveu de forma bizarra. A internet e os dispositivos móveis puxaram tudo isso.

Com a rede mundial de computadores e um aumento considerável da velocidade de conexão, o streaming de vídeo é uma oportunidade incrível.

Só para você ter uma ideia da força dos games e dos streamings de partidas online, uma final de Campeonato Mundial de League of Legends alcança uma marca superior a 40 milhões de espectadores no mundo, online e pela TV. Sendo, que nos picos de audiência encontram-se 14 milhões de pessoas assistindo ao mesmo tempo.

A enorme influência dos gamers é um fato. Na esteira disso, emerge de forma alucinada um novo mercado para patrocinadores e agências de talentos.

É aí aonde eu quero chegar!

 

 

Atenção é dinheiro!

Muita atenção leva a muito espaço para transformar o seu conteúdo em publicidade.

Essa vitrine gigante que você tem atrai muitos anunciantes. E você não vai fazer propaganda de graça, não é mesmo?!

O aspecto mais promissor do gaming é essa atenção. Em poucos outros territórios você vai ter uma audiência tão engajada.

E para entender mais um pouco dessa campo aberto, precisamos falar sobre o Twitch.

O que é o Twitch.tv?

A Twitch.tv é uma plataforma voltada exclusivamente para o streaming envolvendo o mundo dos jogo eletrônicos.

Trata-se de uma verdadeira comunidade de apaixonados pela cultura gamer. Faz parte da indústria Pop, em nítida ascensão em todo o mundo.

Os games representam boa parte dessa indústria. Cada vez mais ocupam lugares de destaque junto ao cinema blockbuster e a música pop.

O Twitch é uma resposta a toda essa atenção que os games têm atualmente.

Surgiu em 2011 e hoje tem…

  • Mais de 100 milhões de usuários únicos por mês
  • 15 milhões por dia 2,2 milhões de streamers por mês
  • 35% da audiência está no mobile
  • 241 bilhões de minutos de streams
  • Em 2014 foi comprado pela Amazon por US$ 970 milhões
  • 106 minutos é o tempo médio de atenção de um usuário
  • 50% dos usuários assistem mais de 20 horas por semana

eSports numeros estatistica

O crescimento massivo do Twitch foi tão grande que fez gigantes da internet como YouTube (Google) e Facebook abrirem os olhos.

O YouTube abriu uma plataforma paralela somente para streams. É o YouTube Gaming.

E o Facebook está incentivando cada vez mais as transmissões ao vivo de partidas online.

A brasileira Diana Zambrozuski é um dos destaques do streams de games no Facebook.

Volta e meia você pode ser impactado por um Facebook Ad dela na sua timeline.

Por essas e outras você precisa dar atenção aos streamers.

gif stream

Atenção para os Streamers!

Anteriormente falei do valor da atenção das pessoas nos dias de hoje.

As streams são isso. Atenção pura. O Twitch divulgou que o público brasileiro alcançou uma média 800 milhões de horas por ano na plataforma.

É uma atenção sem precedentes. Os brasileiros são apaixonados pela internet.

Você já deve ter percebido. Você, eu e todo mundo que conhece não larga o celular e valoriza imensamente plataformas como o Facebook e o Instagram.

O Brasil alcança patamares incríveis nas redes. Com o stream não é diferente.

Streamar é verbo da vez

Agora tenho que fazer um parênteses para a minha experiência pessoal.

Cresci nessa geração conectada. É por isso que sei tudo que rola nas redes. Sou nativo desse meio. Tudo é muito natural pra mim.

Quando eu era moleque detonava em jogos como LoL, Ragnarok, CS e Tíbia, chegando até a ganhar um bom trocado vendendo meus perfis.

Mas, com o tempo, fui mudando de interesses e deixando a prática constante para os negócios que toco hoje em dia.

Continuo acompanhando o desenvolvimento do e-Sport e sempre que dá assisto a alguma partidinha de LoL no Twitch pra matar a saudade.

Foi em uma dessas transmissões que vi a oportunidade que muitos players e streamers estão perdendo.

Vale a pena ser Streamer?

Diversos streamers dizem que não conseguem viver de stream. Dizem que a não ser que você seja uma unanimidade como o Ninja ou Professor Broman, vai se dar mal.

Não poderiam estar mais enganados. Não veem as oportunidades que a atenção que as streams no Twitch podem oferecer.

Cara, Yoda e Yetz retêm uma atenção monstruosa. Mas…

O que fazer com toda essa atenção?

Tyler “Ninja” Blevins é o streamer do momento no Twitch. Ele simplesmente tem o recorde de espectadores em uma única transmissão.

Para alcançar essa marca extraordinária ele contou com a ajuda de nada mais nada menos do que a participação de Drake.

Isso mesmo. O rapper do meme mais famoso da web, para dizer o mínimo sobre o astro.

twitch meme

Normalmente, o Ninja consegue de 60 a 90 mil espectadores durante suas transmissões.

No entanto, na stream com o Drake ele passou de 630 mil espectadores.

Logo depois do rapper entrar na stream, ele bateu 200 mil espectadores. Após eles resolverem os problemas de áudio que estavam tendo, esse número subiu para 400 mil.

Como se não fosse o bastante, Drake foi lá e twittou que estava participando da stream.

O número de espectadores explodiu tendo o pico máximo superior a 630 mil espectadores simultâneos.

Outro exemplo de atenção é o Yoda, streamer brasileiro.

Através do seu canal no Twitch, Yoda apresentou ao vivo a primeira edição do seu Talk Show.

O programa vinha sendo um sucesso antes mesmo do seu lançamento.

Em menos de 3 horas após ser anunciado, o canal YoTalkShow chegou a ultrapassar os 100 mil inscritos no Youtube.

Convergência total. Ele engaja pessoas de uma plataforma para outra, ampliando ainda mais o seu alcance.

Exemplos você tem aos montes…

Mas e aí, como virar um streamer?

twitch gaming esports

Como virar um streamer no Twitch

Existem vários programas para streamar no Twitch. Vou dar dois exemplos: um software free e outro pago.

O Open Broadcast Software (OBS) é o queridinho dos streamers porque é gratuito e open source. Está sempre sendo atualizado com plug-ins irados.

Mas se você não quiser um programa de stream tão elaborado, tem o XSplit Broadcaster. Ele tem menos recursos, é pago, mas tem uma interface mais intuitiva.

Minha dica é o OBS. Baixe e comece logo sua stream.

Quanto menos desculpas melhor.

Execução é tudo!

Por isso, comece com o seu jogo preferido. Ou faça como o Ninja e encare o game da vez.

Ele partiu para o Fortnite Battle Royale quando o jogo ainda estava começando a ganhar destaque.

Ele aproveitou muito bem uma oportunidade no início e saiu na frente. É isso que os grandes fazem.

O importante é que você deve deixar seu conteúdo de streaming bem identificado com você.

Se você é o cara ou menina que fazem todo mundo divertir nas lives. Abuse disso. Mas lembre-se: o game é o que une todos que te seguem. Nunca esqueça disso.

Apoie a modalidade e seja fiel ao seu público. Se você diz que vai jogar todos os dias, jogue todos os dias.

Se o seu foco é jogar bem pra caralho, jogue bem pra caralho. Dê dicas. Mostre como você faz. O FalleN é mestre nisso.

FalleN é o nick do player Gabriel Toledo de Alcântra Sguario.

Ele é um dos melhores jogadores de CS:GO do mundo, apesar de ser camper.

Uso o exemplo do FalleN porque ele soube aproveitar a atenção que ele ganhou.

Vendo essa chance de fazer alguma coisa piscando na sua frente e foi lá e fez.

Hoje, além de jogar profissionalmente, ele produz conteúdo via stream e vende diversos produtos.

Ele soube montetizar toda a atenção que ele ganhou. Tudo isso graças à sua insistência em um jogo que estava praticamente abandonado como o Counter Strike.

Seja fiel ao seu conteúdo

Arrebente nas partidas e arrebente nas suas streams. Mantenha isso. Essa é a sua identidade.

Nunca se esqueça que você é o dono da festa. Receba bem cada pessoa que entra na sua stream. Responda perguntas.

Interaja. Zoe quando tem que zoar, mas não deixe ninguém no vácuo, o principal sempre será o seu público.

No começo você vai ter poucos seguidores, mas são eles que irão te defender quando precisar e farão sua atenção crescer.

Muita gente tem dúvida se é necessário usar webcam nas streams que faz. Cara, o conteúdo sempre estará em primeiro lugar.

Existem alguns streamers que não usem webcam e alcançam milhares de viewers.

Mas, sinceramente, indico você colocar sua cara na tela. A identificação é maior. Isso pode ajudar você.

Diria que para alcançar 100 mil viewers só com sua voz e conversando no chat leva muito mais tempo do que se você filmar a sua interação.

Você vai mostrar as suas reações a cada jogada. Sei que a galera gamer tem a tendência de ser muito tímida ou não gostar da própria aparência.

Mas, cara, você literalmente não ganha nada se escondendo. O lance é meter a cara na tela, zoar pra caralho e ganhar a vida fazendo o que gosta.

Ganhando a vida com Stream

Para quem não sabe, as principais formas de se ganhar dinheiro no Twitch são: inscrições no canal, doações dos espectadores (donates), minutos assistidos entre outros tipos de parcerias com a plataforma.

As inscrições custam US$ 5,00 para o usuário do Twitch. Desse valor, metade vai para o streamer.

Imagine o quanto o Ninja ganha só com seus milhões de subscribers.

Além disso, você pode ganhar dinheiro com apoiadores. As chamadas donations são as contribuições que os seus espectadores dão pra você continuar streamando.

É uma prática comum no Twitch. Amplamente aceita e praticada, as donates servem para você ser um seguidor “vip“, podendo ter acesso à conteúdo exclusivo ou brindes dados pelo streamer.

As campanhas de donations não são feitas pelo Twitch, mas são liberadas e incentivadas.

twitch tv donate comunidade

Financiamento coletivo no Twitch

No mundo digital, o financiamento coletivo faz parte do dia a dia. Sempre é possível se deparar ou se sentir motivado a contribuir com o lançamento de um disco, livro, game ou manter um canal de stream.

Para conseguir suas donations no Twitch, você tem a disposição sites como Patreon, Padrim, Catarse e Apoia.se.

A Amazon, dona do Twitch, decidiu implantar um sistema de gorjetas via Pay Pal chamado Cherring.

A transação é feita através das chamadas Bit Emotes que você compra com por US$ 0,0474, cada.

Com essa nova função, você compra emojis animados e doa para o seu streamer favorito.

A grande vantagem é para o streamer, porque o percentual que ele ganha é superior ao das subscribes, em torno de 80%.

Excitante, não?! Mas tenho que ressaltar que…

Engajar pessoas nas suas campanhas é mais do que arrecadar dinheiro. É cultivar uma verdadeira comunidade em torno do seu trabalho.

Quando você realmente tiver criado uma comunidade de pessoas apaixonadas pelas suas streams, seja pela sua qualidade como jogador ou mesmo como showman, o Twitch te dá possibilidade de ser um Parceiro.

O Programa de Parcerias do Twitch faz com que os melhores streamers da plataforma consigam monetizar suas streams. Suas views são remuneradas.

Dá pra ser um Twitch Partners

Os Twitch Partners produzem conteúdo em seus canais e são liberados para usarem seu canal para publicidade. Podem colar e-Banners e podem transmitir comerciais.

Para cada 1000 comerciais assistidos, o parceiro vai receber um CPM líder na indústria. Parceiros também ganham acesso à transcodificação automática, também conhecida como opções de qualidade que permitem que seus viewers consigam ajustar a qualidade na qual eles assistem o seu canal. Parabéns, aí você já é considerado um verdadeiro profissional de stream.

Agora você faz parte de um grupo exclusivo de streamers, personalidades, ligas, equipes e torneios.

Você é uma celebridade gamer em ascensão!

gaming twitch

Crescendo no Twitch

Para o universo gamer, o Twitch é a melhor plataforma. Ele é foi criado pra isso. Sai na frente de plataformas como YouTube Gaming e Facebook.

Mas você pode e deve utilizar todas as plataformas sociais a sua disposição.

A convergência das redes é que fazem você crescer em qualquer rede de nicho. Fato!

Use o YouTube, YouTube Gaming e Facebook para estender o seu alcance. Transforme-se no streamer que todo mundo quer ver. Gere valor.

O gaming oferece uma gama gigantesca de conteúdos e discussões. Fomente isso!

Em poucos cenários de atenção disponíveis na rede o espectador tem tanto protagonismo como nas streams.

SporTV, ESPN e Esporte Interativo estão cada vez mais colocando eSports no ar em horários nobres de transmissão.

É isso! Oferta e demanda de atenção. Os valores em torno disso vão crescer monstruosamente.

Cada vez mais os esportes eletrônicos vão reter a atenção das pessoas. Posicionar-se como referência nesse mercado em expansão é fundamental.

Além do talento, o que diferencia YoDa, Yetz, Zigueira, BrTT, e outros gamers é a produção constante de conteúdo e o pioneirismo.

Ainda existem muitas vertentes a serem exploradas no mundo dos games no mundo e principalmente no Brasil.

Oportunidade para todos

Até o ambiente, que até ontem era estritamente masculino, desponta feras como Cherry Gums (Nicolle Merhy), dona, capitã e líder da equipe de eSports Black Dragons.

As oportunidades são gigantescas, mas não se engane…

Viver de Stream é um carreira como qualquer outra, você precisa ser bom.

Nos primeiros meses, você pode ganhar só RS$ 300 a RS$ 500, excluindo os impostos. Mas, com o tempo, você pode crescer uma verdadeira comunidade ao redor do seu conteúdo.

Streamers que têm 20.000 inscritos no Twitch podem fazer mais do que RS$ 5000 por semana.

Isso representa uma renda anual de superior a RS$ 240.000 por ano!

Você tem que concordar.. é muito melhor do que estudar contabilidade e morar com a cara dentro de um excel.

  • Muito obrigado por ler! Eu acho fantástico que você tenha se importado o suficiente pra investir o seu tempo aqui.
  • Se alguma coisa nesse artigo ressoou contigo, ou se você acha que alguém que você conhece vai se beneficiar de passar um olho nessas palavras, envia pra ele ou compartilha com seus amigos. Isso significaria muito pra mim, de verdade.
  • Além disso, se você tiver interesse em acompanhar insights e dicas exclusivas sobre empreendedorismo não deixe de me seguir no Instagram e no Facebook. Você vai poder espiar o dia a dia de alguém que está na jornada de construir suas empresas e ser melhor a cada dia.
  • Também tenho um programa de perguntas e respostas no YouTube e um Vlog no qual você pode acompanhar o meu dia a dia de empreendedor e de triatleta apaixonado.
  • Vamo que vamo!