COMO VENCER EM 2018

Você deve saber como é a correria da minha vida.

Passo por dezenas de salas de reunião todas as semanas, até aí, nada de novo.

Mas, recentemente, tenho cada vez mais percebido a falta de compreensão das pessoas sobre o que é preciso pra vencer nesse jogo e isso tem me chocado mais do que antigamente.

Não quero entrar muito nos assuntos que você pode ver ou já ter visto no meu Vlog, YouTubeShow, Instagram ou qualquer um dos meus outros milhares de conteúdos espalhados pela internet.

E, falando em conteúdos, eu quero primeiro ajudar vocês a corrigir alguma percepção distorcida sobre mim.

Faculdade não é sua única opção | Rapha Avellar

Eu ganhei fama na internet de maneira muito rápida, e muita gente ainda está confusa com quem eu sou. Empreendedor, atleta, mais um puto querendo levar o seu dinheiro?

Não, dinheiro eu já tenho. Pode acreditar. Essa parte está coberta. Eu venci esse jogo. Não é isso que me move.

Antes de ser triatleta, ironman, montanhista, ou qualquer outra coisa, eu sou um homem de negócios.

Empreendedor é só o nome moderno que pegou e que está cada vez mais sendo distorcido pelos milhares de idiotas que colocam o título de CEO no perfil do Instagram antes mesmo de ter um negócio.

Sou alguém que constrói negócios reais, que gera grana de verdade, mês após mês, que gera emprego, move o país, e que ajuda pessoas e empresas a evoluírem.

Falo de negócios de verdade, e não de brinquedinhos em Planilhas de Excel para agradar investidores. Mas isso é assunto pra outra hora.

Quero deixar claro de uma vez por todas que, apesar de saber que estou inspirando muita gente, e ser visto como alguém motivador…

Meu maior orgulho é que, aos 27 anos de idade, ergui 3 negócios de sucesso que faturaram dezenas de milhões de reais ao longo dos últimos anos.

É isso que me gabarita para estar hoje diante de você e outras dezenas de milhares de pessoas.

Eu não me sentiria nem um pouco confortável em estar aqui na frente de você pra falar sobre negócios, empreendedorismo, marketing, mídias sociais, caso eu não fosse um praticante.

Ficaria na minha se não tivesse posto tudo que falo em prática.

Minhas teses são baseadas em fatos que realmente aconteceram. Vivi cada estratégia que executo e passo adiante nos meus conteúdos. Não se trata apenas de ideias que moram no subjetivo como nos casos de muitos “Gurus do Empreendedorismo” que você apenas ouve e não vê por aí.

Em resumo, acredito profundamente que para ter a audácia de se posicionar como um especialista na sua área, você precisa ter alguma execução naquele assunto, ter metido a mão na massa de verdade, vivido aquilo intensamente e também ter tido uma boa dose de sucesso comprovado.

Indo direto ao ponto, apesar de parecer distante pra você alguém ter apenas 27 anos e liderar vários negócios, pra mim fica cada vez mais evidente que muito do meu sucesso vem, não só vem das táticas e estratégias que eu uso nos meus negócios, mas também da minha mentalidade.

E é justamente sobre essas duas coisas que eu quero falar contigo hoje, mentalidade e táticas.

mindset empreendedorismo brain cerebro

Mentalidade

Eu acredito de maneira intensa que tem muita gente aqui que está no negócio das “desculpas”. E não me entenda mal, tenho empatia por você.

Sempre há coisas atrapalhando, sempre é difícil. Eu sei. Também tenho família, mulher, funcionários e uma porrada de gente na minha cabeça dizendo o que tenho ou não pra fazer.

Você pode querer argumentar que a sua família é isso, seu sócio te roubou, seus amigos fazem aquilo, que não teve essa ou aquela oportunidade… Há tanta coisa que pode acontecer na vida de alguém.

Mas o problema central nessa tese que você criou para justificar a sua inércia é que…

O mercado não liga.

O mundo não se importa. Cada segundo que se gasta ponderando e chorando pela sua situação é um segundo a menos de trabalho na direção do que você quer e pode construir.

Pense bem, é sua única opção, já que choramingar está eliminado do seu vocabulário.

Para te ajudar nessa jornada, vou te dar meu exemplo, o que funciona pra mim.

Na minha vida tudo é sobre otimismo, positividade, resiliência, paciência e humildade.

É binário. Preto e branco. Ofensiva ou defensiva. Fica mais fácil enxergar as coisas assim.

Ou você quer ou não quer. Assim fica bem mais fácil se dedicar naquilo que seu olho brilha.

Com essa mentalidade, qualquer coisa que se ponha no caminho é uma oportunidade para definir ainda mais o propósito que você firmou.

Qual é a sua desculpa?

Você ou está criando razões pra fazer acontecer ou está criando razões para não fazer. Tão simples quanto isso.

Com certeza você já deve ter se pegado pensando ou até mesmo falando coisas do tipo:

“Ah, mas meus pais são isso ou aquilo, então não dá.”

“Ah, não tenho dinheiro, então não dá.”

“Ah, essa tecnologia nova fudeu meu negócio, então não dá.”

Cara, atitude! Ou você para agora e fica frustrado para o resto da vida por nem ao menos ter tentado, ou reverte esses obstáculos para se tornarem parte do caminho que deve trilhar pra chegar onde quer. Nada é mais fácil de entender do que isso. Inércia ou movimento.

mindset empreendedorismo

Escolha!

Você está olhando para as coisas e tomando decisões todos os dias, em todos os momentos.

Todos os dias acontecem dezenas de coisas e você pode chorar por elas, reclamar delas, se lamentar, ou pode tomar a responsabilidade para si e fazer alguma coisa a respeito.

Hoje, no Uber, no caminho pra mais uma reunião, perdi um negócio de 6,8 milhões de reais.

Isso faz parte. Não me abala de forma alguma.

Estava contando com esse deal pra fechar o trimestre e PUFF! Negócio postergado. Talvez perdido. E aí?

Você já perdeu 6,8 milhões de reais alguma vez?

Pois é! E isso não me tira do foco. Tem certas coisas que não estão sob o nosso controle. Pra ser sincero estou quase que animado por isso ter acontecido.

Eu gosto das derrotas. Aprendo muito com esses eventos. Agora mesmo estou pensando…

“Por que será que isso aconteceu?”

“Como posso tocar isso de uma forma diferente da próxima vez?”

“Qual foi o passo mal dado”?

Eu não fiz parte do pitch, não fiz nenhuma reunião sobre o deal. Eu empodero meu time, dou liberdade pra eles.

Mas mesmo assim, eu assumo 1000% da culpa do negócio não ter sido fechado.

Acredite. Eu passo dias e dias refletindo sobre como eu cheguei neste lugar de autoconfiança, falta de medo e pleno otimismo.

Observo pessoas bem próximas a mim que não se desenvolveram dessa forma.

O ambiente que criou alguém como eu tem muito a ver com isso. Um lugar de absurda força emocional.

Sem dúvidas é o motor e o oxigênio que me permitem ter todo o sucesso que eu tenho nos negócios e na vida.

Estou tocando nesse ponto que a priori pode parecer não ter tanto a ver com empreendedorismo e marketing, por um único motivo…

Você pode achar que tudo depende das suas táticas e estratégias de negócios. É importantíssimo, mas não é só isso.

Não quero que você continue sua jornada achando que é só desenvolver um produto e achar uma forma certa de operar Facebook Ads ou como usar influenciadores. Vários de vocês vão tomar nota, vão estudar as táticas e estratégias e vão se educar sobre os negócios. Isso é excelente!

Mas, se o seu jogo mental não é forte, meu irmão, você não tem chance nenhuma de se dar bem e ter a vida que sempre quis.

A base para vencer daqui pra frente está no mindset. Mentalidade. É sobre positividade, otimismo.

mindset mentalidade empreendedorismo

TÁTICA

Pra falar de táticas, primeiro preciso corrigir sua visão sobre o cenário atual. Nada pode evoluir se você ainda enxerga as novidades da tecnologia com um olhar perverso.

Ou você vê todas as novas tecnologias como a porta de entrada para o futuro que deseja construir ou fica revoltado com o fato de que era mais fácil fazer isso na era do e-mail marketing e do SEO.

Você e muita gente ainda são românticos, querem voltar até na era do offline, simplesmente decidem que não gostam dessa porra de mídias sociais.

Simplesmente viram a cara e decidem dar as costas para o novo ambiente que as coisas acontecem.

Agora, sendo bem franco só vejo 2 formas de táticas eficientes.

Comprar mídia e hackear o ambiente cultural.

O primeiro é bem simples. Enfie 100 reais no seu conteúdo no Instagram, Facebook ou Google e você vai ganhar o alcance que quer.

Agora, entenda que não há garantia nenhuma de que as pessoas vão te seguir e comprar suas bugigangas. No entanto, é 1000% garantido que essas pessoas verão o que você está promovendo.

É fantástico, você pode segmentar por comportamentos, geografia, idade, interesses e muito mais. É literalmente um universo de possibilidades.

Já quando falo em hackear cultura, estou me referindo a compreender as nuances que movem as tendências culturais da atualidade. Trata-se de entender como as novas redes informais de opinião te posicionam no novo campo de batalha.

O novo mindset dos negócios

O Novo Campo de Batalha

Mais uma vez: eu te entendo, meu irmão. Muita gente ainda está confusa nesse novo ecossistema.

Comigo aconteceu a mesma coisa. Quando entrei para os negócios da família, com a falência batendo a porta, a situação era que meu padrasto não queria que a internet tivesse aparecido.

Culpava ela pelo caminho estreito que a empresa estava tomando.

Ele tinha vencido aquele jogo offline. Se sentia inseguro diante do novo ambiente de negócios que aparecia.

Ele via a internet como obstáculo, assim como muitos fazem até hoje.

O problema é que a tecnologia ou qualquer outra evolução, não se importa com o que a gente acha ou deixa de achar.

Vários de vocês vão ficar tentando descobrir uma fórmula mágica para rebobinar a fita, ao invés de evoluir com as mudanças, e vão acabar perdendo feio.

O pior é que ninguém dá a mínima. Quem não se adaptar vai mesmo ficar pra trás.

A realidade posta é simples: o celular que você está usando para ler essas palavras é o controle remoto da nossa sociedade.

NADA é mais poderoso que ele.

O mundo está sendo vivido através deste aparelho. Olhe para o lado, coloque a cabeça na rua, com certeza você verá alguém de pescoço torto dando uma olhadinha no celular.

E agora a bomba que você e várias pessoas precisam ouvir…

Se você está sentando nessa sala e tem alguma ambição profissional ou pessoal, seja ser promovido, começar um negócio, crescer um negócio, eleger alguém, arranjar patrocinadores…

O QUE QUER QUE SEJA! Tudo depende de como você aproveita as oportunidades do ambiente mobile.

É o que você me ouve gritar todos os dias:

  • Você precisa conquistar a atenção das pessoas
  • Você precisa contar uma história envolvente que faça as pessoas terem as reações que deseja pra elas

O modo que você faz isso está aí na sua mão. Use seu celular pra escrever seus textos e gravar seus conteúdos de áudio e vídeo.

É a comunicação que antes era restrita às grandes corporações que está literalmente nas suas mãos.

Cabe a você ser a nova BBC, Globo ou Warner de alguém.

Quando falam que os grandes meios de comunicação estão com os dias contados, é isso que querem dizer.

O novo jornal é o seu blog.

O novo rádio é o seu podcast.

A nova tv é o seu Vlog ou YouTube Show.

Tudo foi repaginado. Tudo está na mão de um usuário comum, como eu e você.

A maior mudança não é a mensagem, mas o ambiente onde as histórias estão sendo contadas.

social media gif

A ATENÇÃO ESTÁ DEIXANDO O LUGAR ANTIGO E INDO PARA UM NOVO AMBIENTE.

O que eu acho mais bizarro disso tudo é o ceticismo dos players antigos quanto a essa informação. Você e eu estamos do lado certo da História.

As grandes corporações ignoram essas mudanças justamente porque simplesmente não sabem fazer esse novo mindset de mídia funcionar.

Ou porque não descobriram o criativo que faz a campanha dar certo.

Ou porque não sabem distribuir e tradar atenção das pessoas.

Ou porque estão fazendo videozinhos porque leram que é a maior tendência de conteúdo dos últimos tempos da última semana.

Pura ignorância.

Quero tirar você dessa perspectiva ultrapassada a olhos vistos.

Falta aquela porção de autoconhecimento que quase implorei para você no começo desse texto.

Entenda…

NINGUÉM PRECISA DE VÍDEO, ÁUDIO, OU QUALQUER PALAVRA ESCRITA.

Você precisa ir como tudo naquilo que é realmente bom. A razão é simples. Vivemos uma era de saturada informação e você tem zero espaço.

Você não tem nenhuma chance de vencer nesse jogo com um conteúdo de merda.

Você precisa se destacar. Fazer o que todo mundo faz não é o caminho.

E isso não é segredo pra ninguém. Aproveite…

EU ACREDITO QUE ESTAMOS VIVENDO NA MELHOR ÉPOCA DA HISTÓRIA PARA EMPREENDER.

Apesar de todo o buzz, apesar de toda falação, a internet ainda é absurdamente subvalorizada.

Então, meu objetivo com essa palavras, sinceramente? Mudar a sua cabeça e a de mais uma pessoa.

Não tenho a ambição de mudar as milhares de pessoas que leem meu blog todos os dias, de acordo com o meu analytics, mas apenas 1 ou 2. O resto, sempre vai chegar atrasado nas novas tendências, é uma história que se repete.

Então, por favor, de coração, tenha a humildade de entender que o mundo não roda no seu script, e que a tecnologia não vai parar só porque você prefere o mundo antigo.

Entenda de uma vez por todas…

Seres humanos odeiam mudança. É aí que está a sua Oportunidade.

  • Muito obrigado por ler! Eu acho fantástico que você tenha se importado o suficiente pra investir o seu tempo aqui.
  • Se alguma coisa nesse artigo ressoou contigo, ou se você acha que alguém que você conhece vai se beneficiar de passar um olho nessas palavras, envia pra ele ou compartilha com seus amigos. Isso significaria muito pra mim, de verdade.
  • Além disso, se você tiver interesse em acompanhar insights e dicas exclusivas sobre empreendedorismo não deixe de me seguir no Instagram e no Facebook. Você vai poder espiar o dia a dia de alguém que está na jornada de construir suas empresas e ser melhor a cada dia.
  • Também tenho um programa de perguntas e respostas no YouTube e um Vlog no qual você pode acompanhar o meu dia a dia de empreendedor e de triatleta apaixonado.
  • Vamo que vamo!